A Câmara do nosso descontentamento!

Publié le par Secção PS - Bombarral

 
Neste mês de Dezembro é costume fazer-se o balanço do ano e fazer-se votos de melhor ano vindouro.
Também, no aspecto político, a tradição se cruza com os costumes populares, pelo que nesta coluna nos propomos fazer um pequeno balanço do ano de 2006.
Na próxima edição deste jornal, faremos a conjectura do que será o próximo ano de 2007, aqui na nossa terra – o Bombarral.
Neste ano de 2006, era grande a ansiedade pela melhoria das condições de vida para o nosso concelho, por uma melhor governação da Câmara, por uma aplicação de novas políticas e no virar de página da estagnação de tantos anos de governação do PSD.
Para contradição, a estagnação continuou na mesma, senão mesmo, agravou-se. Só parte das cabeças do PSD é que mudaram. As políticas continuaram na mesma. Isto é, um vazio total de ideias, uma presidência despida de qualquer objectivo para a modernização do Bombarral.
Todos aqueles que diziam “ que agora, com este novo Presidente é que isto vai mudar” viram defraudadas as suas expectativas. Logo no ano passado, após a tomada de posse se verificou que não havia qualquer estratégia.
O orçamento aprovado, tarde e más horas, veio confirmar as nossas suspeitas. Nenhum novo objectivo, nenhuma nova ideia para o Bombarral, limitando-se a cumprir a continuação do orçamento anterior.
Tem sido afirmado por muitos que foram feitos investimentos. Nada mais falacioso, senão vejamos:
- Estádio Municipal – Continuação da obra, a conta-gotas, com permanentes alterações, sem ser efectuado um estudo aturado das necessidades, para posterior avaliação da necessidade das obras anteriormente programadas. Continuamos a discutir em Câmara decisões avulsas de alterações ao programado na empreitada.
Será que vai ser para o ano de 2007 que o Bombarralense vai aí realizar algum jogo oficial? Tenho bastante receio que tal não venha a acontecer.
- Arranjo da Praça do Município – Após a retirada do parque de estacionamento subterrâneo e, com um projecto, à partida que parece bem conseguido, falta-lhe as alternativas para o estacionamento.
No devido momento, foi demonstrado por nós que deviam ser criadas alternativas para o estacionamento, como por exemplo, o aproveitamento dos espaços onde hoje estão um conjunto de prédios completamente degradados. Também, a realização de um acordo com a Caixa Agrícola para o aproveitamento do estacionamento subterrâneo. Nada disto ainda foi feito.
Qualquer dia começam as obras e onde é que os bombarralenses vão estacionar as suas viaturas para tratar da sua vida?
Arranjo da Praça da República (Campo da feira) – Não houve coragem política para negociar com o empreiteiro um conjunto de pequenas alterações de forma a trazer alguns novos atractivos ao local. A Câmara limitou-se a mandar cumprir com o projecto já aprovado. Nem para as casas de banho está previsto qualquer melhoramento.
Não existe mais nada de novo, o que continua a existir é “um deixa andar” que pode ser verificado nas condições infra-humanas que foram criadas para o novo local da feira. Não há quaisquer condições para vender e muito menos atractivos para a deslocação dos compradores.
Se se quer acabar com a feira, então os nossos parabéns à Câmara PSD pelo excelente trabalho que está a realizar. Mais uns dias 23 e deixa de haver feira. Não é preciso procurar alternativas.
 Havia muito mais a dizer, mas o espaço é bastante curto para tudo o que não tem sido feito no nosso concelho, que para a descrição do que já foi feito, qualquer espaço de escrita serve.
As expectativas goraram-se tal como nós já suspeitávamos desde o início deste mandato.
Só com uma nova atitude é que se consegue promover a modernização do Bombarral, a captação de novos investimentos e o apoio dos que já cá estão. Com estas novas políticas não será possível a fixação dos jovens na nossa terra. Todos nós naturais e residentes no Concelho do Bombarral merecemos muito melhor.
 
 
António Fialho Marcelino

Publié dans Câmara Municipal

Commenter cet article