PS preocupado com os estacionamentos na Praça do Município

Publié le par Secção PS - Bombarral

Projecto da Praça do Município do BombarralA aplicação do actual projecto de requalificação da Praça do Município que prevê transformar aquele espaço numa zona de lazer, poderá ter um “efeito perverso”, fazendo com que as “pessoas abandonem a praça” por falta de parques de estacionamento na zona, defende o Partido Socialista (PS) do Bombarral.

Em conferência de imprensa, no passado dia 4 de Setembro, na sede do PS local, o vereador socialista, Jorge Gabriel Martins, defendeu que o “projecto tem qualidade” e apoiou-o a nível de “embelezamento e filosofia de utilização da praça”. No entanto, mostrou a sua “preocupação” por o projecto “anular todo o estacionamento da praça”, que hoje reúne quase cem lugares.

O plano de requalificação - aprovado no passado dia 18 de Agosto - visa transformar a praça em frente à Câmara Municipal num espaço privilegiado de lazer, com esplanadas e arborizado.

A espaço irá também reunir vários organismos institucionais e será um zona de trânsito condicionado. Recorde-se que no mandato anterior da Câmara Municipal do Bombarral, um outro projecto de requalificação da Praça do Município - que contemplava um parque de estacionamento subterrâneo - foi abandonado, não só porque exigia um orçamento elevado, mas também por causar problemas ambientais.

Para colmatar a falta de estacionamento no local, o PS apresentou três hipóteses cumulativas à presidência da Câmara Municipal. A primeira consiste em “desencadear de forma urgente protocolos com a Cooperativa Agrícola do Bombarral e com a Cooperativa Agrícola do Bombarral para utilizar os parques de estacionamento que estes têm nos seus edifícios”.

A segunda conjectura proposta pelo PS prende-se com a realização de protocolos com alguns “proprietários de prédios demolidos ou em avançado estado de degradação na Rua Luís de Camões” para “provisoriamente” implantar locais de estacionamento nesses locais.

Segundo o vereador do PS, esta é a hipótese mais plausível para o Presidente da Câmara Municipal, já que muitos desses locais estão já a utilizados para estacionamento de forma espontânea.

A última condição apresentada pelos socialistas visa construir um parque de dois pisos na actual zona de estacionamento na Rua Veríssimo Duarte: um piso rebaixado a não mais que 1,5 metros (de modo a evitar problemas ambientais) e outro superior a céu aberto.

Segundo Jorge Gabriel Martins, o presidente da autarquia “aceitou desenvolver os mecanismos necessários para testar as soluções apresentadas” pelo partido.

Os socialistas lembram ainda que, apesar de o projecto não exigir o encerramento da via rodoviária, esta só poderá ser atravessada por veículos ligeiros e a uma velocidade reduzida, devido ás condições do piso.

Neste sentido, criticam a falta de um estudo de impacto de tráfego, que ouvisse os comerciantes e habitantes da zona, para além dos técnicos competentes. Algo que deveria ter sido realizado antes da aprovação da obra.

Segundo os socialistas, estas limitações de tráfego e de estacionamento que o projecto contempla estão a despoletar inúmeras criticas junto dos comerciantes do local. O concurso para a adjudicação da obra já está em curso, tendo em conta que é necessário iniciar os trabalhos de construção até ao final de 2006, para garantir financiamento comunitário.

in Bomportal

Publié dans Câmara Municipal

Commenter cet article